O que fazer em Nizwa, a cidade histórica de Omã

Nizwa, é uma cidade montanhosa localizada no norte de Omã, a aproximadamente 1,5 horas de Mascate, capital do país. Rica em história e cultura, o lugar guarda até hoje a importância que conquistou em séculos passados, através de uma conexão entre o interior acidentado e as regiões da planície costeira.

Em Nizwa você encontrará o monumento mais visitado de Omã, que falaremos mais a frente, assim como outros tantos símbolos históricos e culturais do país. Além disso, ao conhecer Nizwa, você poderá aproveitar outras experiências que tornam a cidade e os arredores um dos lugares mais intrigantes do Sultanato de Omã.

 Leia mais sobre Mascate, a capital de Omã.

Souq de Nizwa

Souq de Nizwa

Forte de Nizwa

O Forte de Nizwa é uma edificação do século 17, mas que continua orgulhosamente de pé, recebendo os que o visitam com sua estrutura impactante que demorou 12 anos para ser construída - um exemplo extraordinário da antiga arquitetura omani. Esta construção colossal é a atração mais visitada de Omã e teve extrema importância na proteção da cidade contra forças invasoras que desejavam a riqueza natural da região e a sua localização estratégica na encruzilhada de rotas vitais. Ao andar pela fortaleza, vá até o alto da torre principal, com seu formato circular, e terá uma vista espetacular das montanhas escarpadas, do mar de palmeiras verdes e das casinhas brancas ao redor.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Horário de funcionamento: sábado a quinta-feira das 8h às 18h; e sexta-feira das 8h às 11h. A entrada custa 5 000 OMR.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

 

Souq de Nizwa

A importância estratégica de Nizwa se dá ao fato de a cidade estar na encruzilhada cultural de Omã. Aqui, aos pés das Montanhas Hajar, era o ponto de encontro entre comerciantes que traziam mercadorias do outro lado da montanha com os traziam mercadorias da região costeira. O conceito ainda permanece, e hoje Nizwa continua sendo o ponto do mercado regional, sendo o antigo souq o lugar onde grande parte deste comércio ainda ocorre. 

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

No Souq de Nizwa, embora você consiga achar um grande número de lojas e barracas que atendem puramente aos turistas, há também uma grande venda de mercadorias tradicionais, alimentos e produtos para moradores locais. Especiarias, água de rosas, tâmaras, tapetes e luminárias estarão à sua disposição para curtir e fazer umas comprinhas. Lá você se sentirá em uma cena saída de tempos passados, com ruas repletas de cerâmicas ricas em detalhes (mostrando que ainda fazem parte da vida em Omã), e senhores sentados em frente às suas lojas, que te mostram a verdadeira hospitalidade omani ao te convidarem para conhecer a sua loja e tomar um café com tâmaras. Além disso, não deixe de visitar um cantinho do mercado que é dedicado às joias, pois muitos consideram as melhores do país.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Na minha opinião, o Souq de Nizwa é melhor que o de Mascate, pois ainda mantém uma certa autenticidade. E como ele está localizado bem perto do Forte de Nizwa, é possível combinar os dois em um único dia. Durante a semana, a maior parte das lojas do abrem das 6h às 13h, antes de fechar durante a tarde e reabrir das 16h às 22h. Às sextas-feiras, as lojas só abrem até às 11h.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
Tâmaras variadas no Souq de Nizwa

Tâmaras variadas no Souq de Nizwa

 

Forte de Bahla

O Forte de Bahla é uma outra construção de proteção secular, que se tornou Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1987. As ruínas da imensa fortaleza, com suas paredes e torres de tijolos, são um exemplo notável desse tipo de fortificação e um testemunho do poder dos líderes do período.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

De uma magnitude fenomenal, o Forte de Bahla inclui muitas torres, mesquitas e poços. O complexo do forte é enorme, e pode facilmente levar horas para conhecer cada cantinho. Apesar de ser possível notar a sua estrutura singular, infelizmente não havia guia ou audioguia quando estivemos lá, então não tínhamos muita informação sobre cada espaço, pois também não havia descrição adequada.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Você pode visitar o Forte de Bahla de sábado a quinta-feira das 9h às 16h; e sexta-feira das 8h às 11h. O valor da entrada é 500 OMR.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

 

Jabreen Castle

Diferente das outras construções citadas anteriormente, Jabreen Castle é uma edificação que foi construída em tempos de paz, por um líder que se mostrou apaixonado por ciência e arte, tornando Jabreen o castelo mais bonito do Sultanato de Omã. Nele você encontrará vários salões para receber convidados com tapetes e almofadas adornados, biblioteca, salas de jantar, salas de aula e tribunal. O design e arquitetura do castelo são ricos em detalhes que permanecem preservados até os dias de hoje, como janelas decoradas, sacadas de madeira, portais com caligrafia árabe e até mesmo obras no teto com desenhos coloridos.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Jabreen Castle é uma verdadeira obra de arte. Além da construção em si, que já encanta todos os que visitam o castelo, não deixe de visitar uma parte bem famosa, conhecida como The Sun and Moon Hall (o Salão do Sol e da Lua) - uma sala com 14 janelas em duas fileiras, no qual metade delas foram feitas para deixar entrar a luz do sol e a outra metade a luz da lua. Desta forma, a sala sempre tinha luz, seja solar ou lunar. Ainda, o visual em torno do castelo é cercado de palmeiras.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Quando eu estava pesquisando sobre Nizwa, não encontrei pessoas que tivessem ido ao castelo, mas recomendo plenamente que você o inclua em seu roteiro (não deixe de pegar um audioguia na entrada). Jabreen Castle está aberto de sábado a quinta-feira das 9h às 16h; e sexta-feira das 8h às 11h. A entrada custa 500 OMR.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg


Conhecer as montanhas próximas de Nizwa

Outro passeio muito comum de ser feito em Nizwa é visitar as montanhas de Jebel Shams (a montanha do sol, em árabe), que é o pico mais alto da península arábica e é muitas vezes chamado de Grand Canyon de Omã, com suas vistas sobrenaturais. E também visitar Jabal Akhdar (montanha verde, em árabe) – uma região rica em plantas - dependendo da época do ano, você encontrará rosas, romãs e pêssegos florescendo amplamente, assim como cabras e burros pastando nos canyons.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Apesar de ser comum visitar as montanhas desde Nizwa (ou o contrário, visitar Nizwa a partir das montanhas) recomendo dividir a estadia e passar pelo menos uma noite em cada lugar – uma noite em Nizwa e uma em Jabal Akhdar, que tem resorts ecológicos de luxo, como o Alila Jabal Akhdar (no qual eu fiquei hospedada por duas noites) e o Anantara Al Jabal Al Akhdar Resort.

Alila Jabal Akhdar

Alila Jabal Akhdar

Em tempo: para conhecer a região das montanhas, é fundamental ter um veículo com tração nas quatro rodas, pois há fiscalização no trajeto.



 Como chegar em Nizwa

Nizwa está a aproximadamente 1,5 horas de distância de Mascate, capital de Omã, um dos motivos que fazem a cidade ser visitada em um bate-volta. Mas Nizwa merece ser explorada com calma, ficando pelo menos uma noite na cidade para aproveitar os seus encantos. Como falei anteriormente, uma roadtrip por Omã é a melhor opção para explorar o país. Por isso, a melhor forma de chegar até Nizwa é alugar um carro em Mascate e seguir viagem, parando na cidade litorânea de Sur e explorando os Wadis ao longo do trajeto.

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.jpg

Onde se hospedar em Nizwa 

As opções de hospedagem são limitadas, sendo o Golden Tulip Nizwa a opção com mais conforto para quem quer ficar perto, sem precisar se deslocar muito para conhecer os pontos turísticos.

Obs.: vi algumas pessoas no Alila fazendo passeios até Nizwa, mas eu não aconselho. Se for para se hospedar neste hotel de luxo, tente passar boa parte do tempo por lá e aproveitar a vista do Grand Canyon de Omã.

Forte de Nizwa

Forte de Nizwa

O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.png
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.png
O-que-fazer-em-Nizwa-Elen-Pradera.png