7 programas imperdíveis para fazer em Malang, a cidade histórica da ilha de Java, na Indonésia

* This post is available in English.

A cidade de Malang está localizada na parte leste de Java, na Indonésia, e é a base perfeita para explorar o Parque Nacional Bromo Tengger Semeru e visitar o Monte Bromo, um dos 100 vulcões do país. Durante a colonização, a cidade se tornou um destino muito popular entre europeus, por causa do seu clima mais ameno e facilidade de acesso (por estar perto da cidade portuária de Surabaya).

Ao se hospedar em Malang, você estará perto do Monte Semeru, a montanha mais alta de Java, de templos, cachoeiras e vulcões. Então, continue lendo para conhecer 7 atrações imperdíveis na cidade e arredores.

1 - Se aventurar no Monte Bromo

O tour para assistir o nascer do sol no Monte Bromo é um dos programas mais famosos em Java e é muito comum fazê-lo desde Surabaya. Porém Malang é a base ideal para embarcar nesta aventura, já que está bem perto (há apenas 3 horas de distância), o que torna a jornada mais fácil, ainda mais considerando que o tour começa durante a madrugada, quando ainda está bem escuro.

Eu fiz um post completo dedicado ao tour para visitar o Monte Bromo desde Malang. Clique aqui para lê-lo. 

Monte-bromo-Malang-Indonesia.jpg

2 - Deslumbrar-se com a cachoeira Tumpak Sewu

Aberta para visitação há aproximadamente 4 anos, Tumpak Sewu é uma cachoeira fenomenal, com diversas quedas d’água que formam uma espécie de véu horizontal (ou cortina) com quase 120 metros de altura. É possível ter uma vista panorâmica dela a partir do mirante, localizado há poucos minutos de distância do estacionamento; ou ir até a base da cachoeira para vê-la de pertinho, tocar na água ou apenas se encharcar com os respingos de água que o vento leva com ele. Para ir até a fundo, o trajeto leva mais ou menos 30 minutos em um caminho íngreme e com escadas de bambu, passando por uma pequena queda d’água escorregadia no qual é necessário ter bastante atenção (não indico para pessoas com crianças).

Ir até Tumpak Sewu a partir de Malang leva aproximadamente 2 horas e o carro com motorista e guia custa mais ou menos 850 mil IDR. O meu tour foi fechado com o Riski.

Tumpak-Sewu-Waterfall-Malang-Indonesia.jpg
Tumpak-Sewu-Waterfall-Malang-Indonesia.jpg
Tumpak-Sewu-Waterfall-Malang-Indonesia.jpg

 

3 - Apreciar a cachoeira Coban Rondo e seus arredores

 Coban Rondo é uma cachoeira que está localizada há uns 30 quilômetros de distância de Malang, em Batu. Ela tem 80 metros de altura e, dependendo do horário que você vá, poderá ver macacos tentando pegar comida com os visitantes. O parque em que a cachoeira está também disponibiliza outras atividades como paintball, labirinto, jardins, parques para as crianças brincarem e área para piquenique.

Chegar até Coban Rondo leva cerca de 1 hora a partir de Malang e pode ser feito com carro particular (por volta de 150 mil IDR por hora, mínimo de 4 horas) ou com o aplicativo Grab (pedimos para o motorista esperar para nos levar de volta, para ele não retornar sem passageiro). A entrada custa 40 mil IDR e o parque fecha às 17h (se puder, vá durante a semana, pois aos finais de semana está bem cheio, principalmente de locais, já que poucos estrangeiros sabem da existência do lugar).

Coban-Rondo-Waterfall-Malang-Indonesia.jpg
Coban-Rondo-Waterfall-Malang-Indonesia.jpg

 

4 - Conhecer Kampung Jodipan

Conhecida como rainbow village (vila arco-íris), Kampung Jodipan era uma comunidade comum, mas virou o ponto turístico que é hoje depois da iniciativa de alguns alunos de Relações Públicas. Eles a escolherem para um projeto da universidade e colaboraram com uma empresa de tintas para pintar o local com cores vibrantes para atrair os turistas. O projeto foi finalizado em 2016 com ajuda das forças aéreas que ajudaram a pintar as casas. (Há quem diga que o projeto foi inspirado na comunidade Santa Marta, no RJ).

Em Jodipan você encontrará casas coloridas, guarda-chuvas em cores chamativas, murais e pinturas em 3D. A vila é dividida por um rio e as duas partes são conectadas por uma ponte amarela, no qual boa parte das pessoas vão para ter uma vista dos dois lados. 

Você poder visitar Jodipan pelo valor simbólico de 3 mil IDR.

Kampung-Jodipan-Malang-indonesia.jpg

5 - Ver Kampung Biru Arema

 Do outro lado de Jodipan está Kampung Biru Arema, um projeto independente do anterior, mas com o mesmo objetivo. A inspiração foi a mesma, mas lá as cores vibrantes não foram utilizadas, e a cor predominante é o azul – no início de 2018 a vila inteirinha foi pintada com as cores do céu. 

A entrada, por enquanto, é gratuita.

kampung-bimu-arema-malang-jodipan.jpg

  

6 - Visitar o Singosari Temple

Construído em 1 300 com tijolos vermelhos em formato de torre, Singosari Temple é o templo em ruínas de um dos antigos reinos de Java Oriental. Nas proximidades há duas gigantescas estátuas (conhecidas como Dwarapala) que acredita-se serem os guardas da entrada do palácio.

O templo é prova de que já existiu um reino em Malang e fica há 30 minutos de distância do centro da cidade.

 

7 - Se perder nas plantações de chá

A localização e o clima de Malang tornaram o local propício para os europeus plantarem chá, café, tabaco e outros produtos na região. Por isso, Bukit Kuneer e Wonosari Tea Plantation são duas plantações de chá que podem ser visitadas e nelas você poderá ver o processo, assistir a colheita e degustar a bebida. Estar no meio das folhas verdes é uma experiência única e em Bukit Kneer ainda é possível encontrar uma plataforma que divide a plantação e alguns mirantes.

Entrada a partir de 12 mil IDR.



Como chegar e se locomover em Malang

Malang está localizada na parte leste de Java e é acessível via aeroporto, com voos que partem de Jacarta, Bali e Bandung; e de trem, saindo de Surabaya e Yogyakarta, em viagens com duração de 2 e 7 horas, respectivamente.

Tumpak-Sewu-Waterfall-Malang-Indonesia.jpg

Para se locomover pela cidade, é possível utilizar os aplicativos Grab e Go-Jek ou contratar o serviço de carro com motorista, com diária média de 800 mil IDR. Fomos até Coban Rondo com o Grab e pedimos ao motorista para nos aguardar (pois assim ele não voltaria para a cidade sem passageiro), Tumpak Sewu com o Riski da empresa Javadipa Travel por 850 mil IDR para duas pessoas, e Bromo direto com o nosso hotel por 1 milhão IDR/pax.

 

Onde se hospedar em Malang

 Ficamos hospedados no Tugu Hotel e o serviço foi excelente. Eles têm dois restaurantes, piscina, spa e é possível reservar os passeios com eles.

 Clique aqui para ver outras opções de hospedagem em Malang.

Malang é a base ideal para visitar o Monte Bromo e, já que você estará lá, tire alguns dias para visitar uma das atrações acima, você não vai se arrepender. 



Se você usa Pinterest, não esqueça de salvar a imagem abaixo para achar o post depois.

o-que-fazer-malang.jpg
o-que-fazer-malang.jpg