Guia de Ubud: o essencial para visitar a capital zen de Bali, na Indonésia

Ubud é a capital zen de Bali e o lugar mais espiritual da ilha. Yoga, meditação e culinária vegetariana e vegana estão em todo o lugar e, apesar de todo o sucesso depois de se tornar estrela no filme Comer, Rezar, Amar, Ubud ainda é um dos lugares mais autênticos de Bali. Encontre neste guia o essencial para planejar a sua viagem para esse ilustre destino da Indonésia.

 

Como chegar em Ubud

O Aeroporto Internacional de Bali está a mais ou menos uma hora de distância de Ubud, sendo possível pegar um táxi para te levar ao seu hotel na chegada ao aeroporto, ou agendar previamente com o seu hotel um motorista para te buscar.

Saiba mais sobre visto para visitar a Indonésia.

 

Onde ficar em Ubud

As atrações de Ubud estão um pouco afastadas entre si, então é necessário ter em mente que deslocamentos para visitar os principais pontos serão necessários. Você pode ficar no centro (perto de restaurantes e com acesso a tudo), ou nas áreas mais afastadas, onde os hotéis mais exclusivos estão.

No centro, eu recomendo o Bisma Eight que foi o hotel em que fiquei hospedada na minha última viagem (veja o post completo sobre o Bisma Eight) e o Calma Ubud. Mais afastados do centrinho temos o Hanging Gardens of Bali, Alila Ubud, Padma Ubud, Kamandalu Resort, Mandapa, The Udaya Resorts and Spa, Four Seasons at Sayan, Como Uma e Como Shambala – todos com piscinas espetaculares e paisagens plácidas.

Encontre aqui o seu hotel em Ubud

Ubud-Guide-Bali-Indonesia-Elen-Pradera-September-2019-15.jpg


O que fazer em Ubud

Sarawasti Temple: Um dos diversos templos de Ubud, o Pura Taman Saraswati é dedicado à Dewi Saraswati, deusa hindu da sabedoria, da literatura e das artes. O jardim do templo é repleto de flores de lótus, deixando qualquer um maravilhado e adicionando ainda mais encanto ao local. 

Ubud-Guide-Bali-Indonesia-Elen-Pradera-September-2019-44.jpg

Tegallalang Rice Field: a Indonésia é um dos maiores produtores e consumidores de arroz do mundo e você pode encontrar terraços de arroz em todo o país. Em Bali, é possível encontrar muitos em Canggu e ao redor da ilha, mas é em Ubud que estão os mais famosos, sendo os principais o Tegallalang e o Jatiluwih. Tegallalang é um dos lugares mais fotografados em Bali e sua fama pode ser atribuída ao filme Comer, Rezar, Amar.

Tirta Empul: este templo foi criado há milhares de anos e está localizado perto de Ubud. Tirta Empul significa "templo da nascente sagrada", e ele é conhecido pelos rituais de purificação que os hindus realizam em suas fontes sagradas. No local existem 13 fontes, cada uma delas com um significado ou propósito diferente. Este é um dos lugares mais cheios de espiritualidade em Ubud, portanto, respeite as regras.

Aula de culinária: Gostou dos pratos da culinária balinesa? Então se aventure em uma aula de culinária em Ubud, como a que eu fiz com o Paon Bali. Eu fiz um post completo dedicado à aula de culinária em Ubud.

Mercado de Ubud: Quando chegar a hora de ir às compras, dê uma passada no mercado de Ubud. Lá você encontrará desde artigos para turistas – como bolsas, cangas e vestidos – até as flores utilizadas para fazer oferendas e produtos da culinária local.

Aula de Yoga: The Yoga Barn é um dos lugares mais conhecidos para fazer aula de yoga em Ubud, tanto para iniciantes quanto experts. Outros conhecidos e recomendados são o Fivelements e Radiantly Alive. Alguns hotéis também oferecem aulas (que podem ser gratuitas ou pagas) para os hóspedes fazerem.

Spa: Não perca a oportunidade de relaxar em Ubud. Os spas que eu indico são o Kaveri (no hotel Udaya), Karsa Spa e Fivelements - todos para uma massagem, balinese boreh e um banho com pétalas revigorante.

Campuhan Ridge Walk: Para fazer uma atividade física em Ubud, faça uma caminhada tranquila e fotogênica em Campuhan Ridge Walk. Vá de manhã bem cedinho ou no final do dia, quando o calor está mais ameno.

Ubud-Guide-Bali-Indonesia-Elen-Pradera-September-2019-2.jpg

Aula de Cerâmica no Gaya Ceramic: Para quem não consegue ficar parado e precisa se envolver em projetos ou aprender algo novo enquanto viaja, o Gaya Ceramic oferece aulas de cerâmica e tem um estúdio para os que querem visitar.

Cachoeiras: se você quer desbravar ainda mais o coração de Ubud, reserve um tempo para conhecer as cachoeiras Nungnung, Tibumana e Tegenungan.

Monte Batur: Um dos tours mais conhecidos em Ubud é o trekking ao vulcão ativo Monte Batur. A principal forma de fazer o passeio é de manhã bem cedo, pois o encanto está em ver o nascer do sol de lá.



Floresta Sagrada dos Macacos: outro programa bem popular em Ubud é uma visita à Floresta Sagrada dos Macacos (Monkey Forest) para ver de perto e interagir com essas criaturas em seu habitat natural.

  

Onde comer em Ubud

Locavore: um dos 50 melhores restaurantes na Ásia, o Locavore é mais arrumadinho e conta com um menu exclusivo feito ingredientes sazonais locais. Esteja preparado para uma experiência exultante (aconselho fazer reserva antecipada).

Wanna Jungle Bar: um beach club com drinks, comidinhas e um piscina escandalosa.

Folk Pool & Gardens: um bar para passar o dia, com comidas para beliscar e drinks para beber ao redor ou dentro da piscina.

Earth Café: um restaurante vegano com princípios macrobióticos e alimentos orgânicos.

Mudra:  um café e restaurante com menu baseado na alimentação ayurveda.

Alchemy: um café 100% raw vegan, ou seja, eles oferecem um cardápio que utiliza alimentos crus.

Habitat Cafe: restaurante de culinária asiática pertinho da Floresta Sagrada dos Macacos, sendo possível ver de lá quando um dos macacos resolve fazer um passeio pelas ruas de Ubud.

Copper Kitchen & Bar: o Copper é um dos restaurantes do hotel Bisma Eight.

Nusantara: um restaurante primo do Locavore, o Nusantara serve culinária indonésia autêntica, com pratos de todo o país para celebrar os sabores únicos do arquipélago.

Ubud-Guide-Bali-Indonesia-Elen-Pradera-September-2019-4.jpg

 

Como se locomover por Ubud

Apesar de outras partes de Bali já aceitarem os aplicativos que funcionam como Uber, em Ubud esta opção ainda não está sendo utilizada, em função de conflitos com motoristas locais. Lá, para se locomover as soluções são: utilizar o serviço de vans coletivas que são oferecidos em agências de turismo; motoristas locais que ficam nas ruas oferecendo os seus serviços (neste caso, informe para onde quer ir e negocie os preços antecipadamente); e motos alugadas que custam em torno de 50 mil IDR por dia. Para quem não quiser se preocupar, os hotéis normalmente contam com motoristas e já te dão o preço fechado, mas neste caso pode ser a opção mais cara, com preços até 3 vezes maiores do que negociando diretamente com o motorista na rua.

guia-completo-para-visitar-ubud-Elen-Pradera-blog.jpg
guia-completo-para-visitar-ubud-Elen-Pradera.jpg